Tina ou Deusa? Qual a mais injustiçada das novelas do VIVA?

Maria Flor arranca lágrimas dos telespectadores de “Cabocla” (2004) com os dramas vividos por sua Tina, e Adriana Lessa comove e revolta o público de “O Clone” (2001) diante da saga de Deusa com Léo e Albieri. Elencando os desatinos das duas, vamos tentar chegar a uma conclusão de qual delas é a mais injustiçada.

Anúncios

Tina sempre foi diminuída pela mãe, Generosa, e ainda tinha que conviver com o fato de Tomé, o homem que amava, lhe rejeitar e amar sua própria irmã, Rosa. Uma realidade dura e triste que ficou ainda pior quando Rosa abandonou Tomé e fugiu com um mascate. A fuga da irmã deixou Generosa e Tomé amargurados e presos a ela, sem qualquer olhar para Tina, que então passou a ser rejeitada como nunca. A mãe lhe recriminava por amar o homem que “pertencia” à irmã e Tomé só pensava em rever Rosa.

Aos poucos, depois de muito tempo, a personagem de Maria Flor foi conquistando o coração do capataz. Quando começou a se envolver com Tomé, foi o fim para Generosa, que passou a destratá-la ainda mais. Até que não demorou muito para Tina também amolecer a mãe. Ela conseguiu convencer Generosa a esquecer Rosa e aceitar seu namoro com Tomé. Quando tudo finalmente se ajeitou e Tina se casou com o amado tendo a bênção da mãe, o destino veio e pregou uma peça: Tomé foi assassinado deixando-a viúva com menos de um mês de casados. A pobre passou a vida (ou a novela) inteira tentando ter o amor do peão e esperando o carinho da mãe. Depois de tanto sofrimento e desprezo, quando pôde finalmente viver a plena felicidade, um jagunço atira em Tomé e toda a alegria volta a ser tristeza. Esse foi seu destino: a tristeza e a solidão… Injusto demais para uma personagem tão boa.

Anúncios

E a Deusa…

Manicure, sempre teve o sonho de ser mãe. Amava Edvaldo, por quem foi enrolada durante anos, sem saber que ele não podia ter filhos. Isso só atrasou a realização da maternidade. Quando decide fazer uma inseminação, é largada por Edvaldo; ele não aceita que ela tenha um “filho de outro”. Deusa só não imaginava que seus óvulos seriam usados para Albieri fazer experimentos e criar um clone. Ou seja, o filho que tanto sonhava ter só é seu na teoria, já que ele é a cópia de alguém que já existe. Como se não bastasse, Albieri lhe rouba o sonho de ser mãe duas vezes, porque ela poderia criar o menino Léo como uma, mas a interferência do doutor sempre foi muito forte e por isso o garoto acabou rejeitando a que deveria ser sua mãe. Toda vez que Deusa tentava legitimar seu papel e curtir o filho, Albieri aparecia para interromper e acompanhar a criatura que fez em laboratório.

Anúncios

Rejeitada por Léo, Deusa se afastou do mundo junto com ele numa nova tentativa de ser mãe. O que já estava ruim ficou ainda pior: o clone nunca a perdoou por isso. Agora, adolescente problemático e com crises de identidade, todo o ódio de Léo é descontado em Deusa injustamente. No final, o rapaz some com Albieri no deserto e ela, de fato, nunca consegue ser mãe. Não na prática, só no papel. Seu destino é esperar que algum dia ele reapareça, depois de sumir com Albieri pelo mundo.

Colocando na balança, os sentimentos maternos de Deusa e as injustiças sofridas por uma mãe, além do fato de ter esse sonho roubado de todas as formas por um monstro como Albieri, considero ela a mais injustiçada. Tina também é muito sofrida, coitada, mas seus dramas nem se comparam ao de uma mãe rejeitada. Deusa termina a novela sem conseguir experimentar a maternidade; serviu apenas de cobaia para uma experiência que deu origem ao primeiro clone humano, este mesmo que a desprezou por causa de Albieri. A criatura seguiu seu criador. Tina ainda conseguiu o amor da mãe e até se casou com Tomé. Termina sozinha, sofrendo, mas esperando um filho do homem que só fez amar.

Diante dos fatos, pra você, qual delas é a mais injustiçada?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s